31 março 2007

Mudhoney em Lisboa a 11 de Julho

Sobreviventes da cena "grunge" de Seattle do início dos anos 90, o rock dos Mudhoney vai poder ser ouvido a 11 de Julho no Paradise Garage.
É a estreia da banda em Portugal.

Hoje Há Loucura no Maxime com Ena Pá 2000

Cancelado o Concerto dos !!!

Balde de água fria para quem anda entusiasmado (como eu) com o novo disco dos !!!, é que o concerto marcado para a próxima 5ª feira no Coliseu de Lisboa foi cancelado.
Ainda não se sabe ao certo os motivos, mas se tiver algo a ver com uma fraca procura de bilhetes então o caso é preocupante tendo em conta o elevado número de concertos marcados para os próximos tempos.

30 março 2007

Cansei de Ser Sexy em Paredes de Coura

Ainda sem dia dia definido, CSS é o primeiro nome avançado para o Festival Paredes de Coura. Será um regresso a Portugal, já que na próxima semana vão dar dois concertos em duas noites seguidas no Lux.

Duas Ancas Muito Pop


Beyonce ft. Shakira - Beautiful Liar

29 março 2007

A Blitz de Abril

25 de Maio...

A propósito da noite Disco Digital passada hoje no bar Left (obrigado a quem passou por lá) ficam desde já avisados que na noite 25 de Maio há festa no mesmo espaço com os Kids Are United.

28 março 2007

Hoje Há Noite Disco Digital no Bar Left

Mais do que uma sugestão, aqui fica o convite: logo à noite depois do jogo da Selecção apareçam no bar Left que a equipa ( Davide Pinheiro, Pedro Figueiredo, Ana Baptista, Pedro Trigueiro, João Moço, e o autor deste humilde espaço ) de colaboradores do Disco Digital está por lá a dar muita música a partir das 22h.

27 março 2007

Festival Delta Tejo, A Sombra do Benicàssim

A Música no Coração vai avançar com a organização de outro evento depois do Super Rock. À imagem do que tinha acontecido no ano passado com o Lisboa Soundz, um Festival vai acontecer em Lisboa por alturas do famoso Festival Benicàssim.
É de esperar a passagem por cá de alguns nomes do alinhamento do cartaz espanhol.
Fiquemos atentos ao Festival Delta Tejo a acontecer nos dias 20, 21, e 22 de Julho.

Hoje: Último Dvd de Blues no Público

Lightning in a Bottle – Um Tributo aos Blues de Antoine Fuqua

“Daqui há alguns anos, os historiadores vão apontar para este concerto-maratona de cinco horas... e maravilhar-se com a última vez que tais génios estiveram reunidos no mesmo lugar.”
Glenn Gamboa, Newsday

“Um Tributo aos Blues foi um contributo positivo para o carácter vibrante de uma das mais importantes formas de arte indígenas da América.”
David Sprague, Daily Variety
“O último volume desta colecção apresenta o concerto que, a 7 de Setembro de 2003, reuniu mais de 50 músicos de diferentes gerações e géneros musicais no Radio City Music Hall, em Nova Iorque, para fazer um tributo aos blues. Antoine Fuqua (Dia de Treino, Rei Artur) dirigiu o filme que capta as actuações de, entre outros, B.B. King, Bonnie Raitt, The Nelville Brothers, Natalie Cole, Bill Cosby, Macy Gray, Solomon Burke, Steven Tyler e Joe Perry, os respectivos ensaios e até as conversas de bastidores. E, porque uma viagem ao universo dos blues não ficaria completa sem grandes nomes como Muddy Waters, John Lee Hooker ou Jimi Hendrix, Lightning in a Bottle – Um Tributo aos Blues inclui ainda entrevistas e actuações de arquivo.

EXTRAS:
Selecção de cenas
Trailer Lightning in a Bottle – Um Tributo aos Blues

26 março 2007

Person Pitch, Melhor Disco Português dos Últimos Tempos?

Quem levanta a questão de uma forma muito oportuna é Nuno Galopim no seu editorial da revista 6ª desta semana. No suplemento do Diário de Notícias, o jornalista relembra a polémica que rodeou o texto que serviu de base para a Lei da Rádio e coloca a questão de forma simples: se, por exemplo, projectos como Ithaka foram considerados produção nacional, não se poderá dizer o mesmo do novo, e excelente, disco de Panda Bear?
É que Person Pitch foi pensado, inspirado, e gravado em Lisboa pelo elemento dos Animal Collective que está a viver na capital portuguesa.
A questão dá que pensar, teremos Panda Bear distinguido nas listas de melhores do ano nacionais?

Novidades do Texas

O South by Southwest Festivals + Conferences decorreu em Austin no Texas, e contou com participações portugueses.
Há uma muito interessante cobertura vista por uma jornalista portuguesa que contou tudo no blogue Antena3 - SXSW'07.
Mary-John revela o strip de Beth Gossip, as caminhadas, e as performances portuguesas, entre muitas outras coisas.
Visitem o Antena3 - SXSW'07 para lerem, e verem as fotos.

25 março 2007

Os Hot Chip na Compilação DJ Kicks!

Alinhamento:

1. Grovesnor - 'Nitemoves'
2. Positive K - 'I Got A Man'
3. Gramme - 'Like You'
4. Subway - 'Persuasion'
5. Soundhack - 'B1'
6. Tom Zé - 'Cademar'
7. Hot Chip - 'My Piano (DJ-Kicks)'
8. Wax Stag - 'Short Road'
9. New Order - 'Bizarre Love Triangle (Shep Pettibone Extended Remix)'
10. Young Leek -'Jiggle It'
11. Etta James & Sugar Pie DeSanto - 'In The Basement, Part One'
12. Black Devil Disco Club - 'On Just Foot'
13. Dominik Eulberg - 'Der Buchdrucker'
14. Grauzone - 'Film 2'
15. This Heat - 'Radio Prague'
16. Wookie - 'Far East'
17. Gabriel Ananda - 'Doppelwhipper (Live)'
18. Marek Bois - 'You Got Good Ash'
19. Lanark - 'The Stone That The Builder Rejected'
20. Pete Um - 'The Man's Got Me Beat'
21. Nôze - 'Love Affair'
22. Audion - 'Just Fucking (Roman Flügel's 23 Positions In A One-Night Stand Remix)'
23. Joe Jackson - 'Steppin' Out'
24. Ray Charles - 'Mess Around'

24 março 2007

Mais uma Lady

Dentro da linha de Divas Urbanas mais uma achega para juntar a Lily Allen, e Amy Winehouse:
Lady Sovereign

23 março 2007

The Rapture no SBSR

The Rapture e os portugueses X-Wife são as novas contratações para o Festival Super Rock. Os Rapture actuam no dia 4 de Julho, enquanto os X-Wife sobem ao palco no dia seguinte.

Stones de Volta

Está confirmada a hipótese que tinha sido levantada aqui há uns dias.
Os Rolling Stones estão mesmo de volta a Lisboa para um concerto no estádio de Alvalade a 25 de Junho.

22 março 2007

Jurassic 5 Acabam!

Sempre gostei dos Jurassic 5. Um grupo de hip hop que lançou 3 bons discos de hip hop, daqueles a que recorri frequentemente.
Apesar de ainda irem actuar no Japão e Austrália o fim da banda é dado como certo visto que um dos elementos da banda quer seguir carreira a solo.

21 março 2007

50 Cent Vem Mesmo

O site da Blitz mostra um video em que 50 Cent confirma o seu concerto em Portugal amanhã no estádio do Restelo. A ver vamos se desta vez é mesmo a sério.
Para ver o video: Blitz

Lou Reed no Allgarve?

Depois de sabermos que o Algarve vai passar a ser conhecido também por ALLgarve, chega a notícia da presença de Lou Reed num concerto algarvio entre julho e agosto algures num campo de golfe de Vale de Lobo! Também Norah Jones é falada para o mesmo fim. Em Abril haverá mais novidades.

Clap Your Hands and Say... Super Rock

É o mais recente nome apontado para o Super Rock. Clap Your Hands and Say Yeah vão estar em palco no dia 4 de Julho.

Nomes já confirmados:
Metallica (28 de Junho), Arcade Fire, The Magic Numbers, Klaxons, Bloc Party, Bunnyranch e The Gift (3 de Julho), Maximo Park e LCD Soundsystem (4 de Julho), Interpol, Underworld e Scissor Sisters (5 de Julho).

20 março 2007

Diz Que é a Capa do Novo de Björk



O disco de Björk tem data de saída prevista para 7 de Maio e chama-se Volta. A islandesa fala aqui sobre este, aguardado, novo disco.

Hoje no Público

Padrinhos e Filhos/Godfathers and Sons de Marc Levin
20 de Março
“Sempre acreditei que os blues e o jazz partilham uma mesma estética: neles encontramos continuidade no caos, encontramos inspiração e deixamo-nos levar. Isso influenciou-me imenso como realizador.”
Marc Levin
“Chuck D., dos Public Enemy, e Marshall Chess, filho de Leonard Chess e herdeiro do legado da Chess Records, viajaram até Chicago com um objectivo: conseguirem convencer alguns do veteranos dos blues a produzirem um álbum em conjunto com alguns artistas contemporâneos do hip hop. Em Padrinhos e Filhos, Marc Levin (Slam, 1998; WhiteBoyz, 1999) relata esta viagem, ao mesmo tempo que descobre as “semelhanças” entre os dois géneros musicais. “Era a música do diabo, era sexo e todas essas coisas que os nossos pais não queriam que fizéssemos”, refere Levin a propósito dos blues e acrescenta: “o mesmo se passa com o hip hop e o rap”.



EXTRAS:
Entrevista, comentários áudio e filmografia do realizador Marc Levin
Actuações adicionais de Lulu com The Electrik Mud Kats com vocalizações de Chuck D., Common e Kyle Jason (Mannish Boy), Koko Taylor (Ernestine), Howlin’ Wolf (Evil)

O Concerto Que Não Vi, Mas Adorava Ter Visto: Alabama 3

E como não fui ver nem a Coimbra, nem a Portalegre, cito o jimmy que publicou a seguinte prosa:

Coimbra em Blues no Teatro Gil Vicente 17 de Março
Alabama 4

“The fucking Alabama 3!” Entram em palco, os quatro elementos originários do Reino Unido, o vocalista Robert Love tem um chapéu preto de abas comprado em Portobello, os óculos escuros escondem o resto da sua alma. Sentam-se numas cadeiras de madeira, o guitarrista dedilha as cordas que ecoam na caixa acústica, que apoiam a voz da corista minúscula Devlin Love, de sombrero castanho claro, quando se levanta e abana as ancas o ar condicionado do Teatro Gil Vicente expele uma brisa marítima de Primavera tardia. Nos intervalos das canções Robert Love conta histórias onde pontuam armas e drogas, por vezes parece que está disposto a fazer-nos a folha quando tira os óculos e aponta o indicador: “That`s the sound of the police” e “they sound like: boom, boom, boom” e “ when I say, what´s the sound of the police? You sing: boom, boom, boom.” A respiração rítmica é evidenciada por uma harmónica que por vezes é um comboio à vapor a cruzar o oeste e por raras ocasiões ouve-se o choro de uma mulher vítima das diabruras do vício. O ácido dissolve-se na boca de Robert Love, tira o chapéu e ergue-se da cadeira, desloca-se à frente da plateia e incita-a a cometer um crime: beber uma cerveja e limpar a arma, sair de casa com ela escondida sob o casaco de cabedal preto e bater à porta da velha endinheirada que é a patroa da casa das putas: “If you don´t open the door, I will send your soul to the graveyard, because I woke up this morning and I got myself some coke!” A guitarra tem as cordas a arder e a harmónica quer mais cerveja, a corista ri das inconfidências de Love: “You threw up in the tour bus!” e regressa à sessão de tiros: “That `s the sound of the police!” e enquanto os seus colegas seguram o movimento sónico ele questiona: “Is anybody in this room who can sing as Johnny Cash?” There is nobody as Jonny Cash! Tonight I`m Cash!”

19 março 2007

Começa Hoje o Spring Experience no Casino de Lisboa

E para inaugurar este ciclo a convidada é Robin McKelle, uma das últimas revelações do jazz americano. A boa notícia é que a entrada no Arena Lounge é livre. A partir das 22h30.

18 março 2007

Girls Aloud Vs Sugababes

Ao som de Walk This Away, com video porque é agradável à vista:

16 março 2007

Hoje é Que é !

Logo a partir das 17h o autor deste espaço vai estar na Rádio Oxigénio, 102.6, a defender 5 temas da sua escolha contra o amigo Dário na DJ Battle moderada por Isilda Sanches.
Quem quiser pode sintonizar 102,6, ou ouvir online no site da rádio.
E podem votar...

15 março 2007

Festival Creamfields na Bela Vista

Para baralhar ainda mais as contas ao pessoal que gosta de música ao vivo aí está mais um festival marcado para os próximos tempos.
Em Maio no recinto que alberga o Rock in Rio, no parque da Bela Vista, vai acontecer o Festival Creamfields.
Trata-se de um evento organizado pelo inglês James Barton, e que já existe desde os anos 90. Primeiro em solo britânico mas recentemente foi acontecendo um pouco por todo o mundo, desde o México à Rússia.
Em Lisboa o Festival está marcado para dia 19 de Maio e começa às 15h, acabando às 6 da madrugada.
Mais de meia centena de bandas vão passar pelos vários espaços da Bela Vista, estando já confirmados; Prodigy, Soulwax, Who Made Who, Spektrum, Da Weasel e Expensive Soul.
O Creamfields já foi mais conotado com a música de dança/electrónica, agora abrange outros estilos como o reggae que terá a sua área.

Novo Single de Da Weasel Igual a Cut Chemist?

Está lançada a polémica sobre o primeiro tema (Dealetos de Ternura) retirado do novo disco dos Da Weasel. Há quem tenha ido recuperar o tema "What's the Altitude" de Cut Chemist com Hymnal.
Como mundo do You Tube aqui à mão nada como comparar os dois e cada um que tire as suas conclusões:
Dealetos de TErnura - Da Weasel:


e
What's the Altitude - Cut Chemist com Hymnal:

14 março 2007

LCD Soundsystem e Underworld, Mais 2 Nomes para o SBSR

Os autores de um dos melhores discos deste início de ano, LCD Soundsystem, vão estar no Super Rock no dia 4 de Junho.
E no dia seguinte o cartaz é enriquecido com a presença dos Underworld.
Não há como negar a qualidade do Super Rock de 2007.

Rolling Stones (Provavelmente) Em Alvalade em Junho

Depois do grande concerto no estádio do Dragão em Agosto passado, é bem provável que os Rolling Stones regressem a Lisboa já no próximo dia 25 de Junho para um concerto no primeiro estádio onde actuaram no início da década de 90.
Aguardemos pela confirmação oficial.

13 março 2007

Porque Hoje é Terça - Jornal Público

Aquecido pelo Fogo do Diabo/Warming by the Devil’s Fire de Charles Burnett

“Escolher a música foi a parte mais difícil, porque havia tanto material bom para escolher. Cada vez que regressava ao filme, acabava por escolher outra peça musical. Para realmente dar a conhecer os blues, é necessário fazer o impossível, apresentando tudo.”
Charles Burnett
“Natural do Mississipi, o realizador e argumentista Charles Burnett (decidiu abordar o tema que lhe foi proposto por Martin Scorsese de uma forma original e optou por contar a história de um jovem rapaz que, nos anos 50, regressa à terra onde nasceu (Mississipi) e reencontra a sua família, dividida entre o ódio e paixão pelos blues. Sobretudo porque, no meio religioso, o gospel possuía uma dimensão espiritual e os blues eram vistos como a música do diabo. O registo conjuga ficção e realidade, recorrendo a imagens de arquivo de Bessie Smith, Muddy Waters, Big Bill Broonzy, Ida Cox, Lightnin’ Hopkins, Dinah Washington, Sonny Boy Williamson, entre outros.



EXTRAS:
Entrevista, comentários áudio e filmografia do realizador Charles Burnett
Actuação adicional de Willie Dixon (Nervous)

12 março 2007

Low em Lisboa em Junho

Está no site oficial dos Low marcada uma data para o Santiago Alquimista a 2 de Junho!
Os Low gravaram o seu primeiro álbum - "I Could Live in Hope" - em 1994, e desde então têm semeado uma legião de fãs junto dos amantes do que se convencionou chamar de slowcore.
É mais um grande concerto para apontar na agenda.

11 março 2007

Da Weasel Abrem o Livro

Dia 2 de Abril sai o novo disco dos Da Weasel. Reflexo dos muitos milhares de discos que a banda de Pacman tem vendido nos últimos anos, temos uma grande campanha à volta do lançamento de "Amor, Escárnio, e Maldizer".
Foi criado um site só para apresentar o novo trabalho da banda de Almada:
Da Weasel Sessions

Sudoeste Com Reggae Também em 2007, e Mais Dança Francesa

Boas novas vindas de sudoeste, o reggae volta a ser rei no alentejo. Para já estão confirmados os britânicos Steel Pulse, banda já com longo historial não só de roots reggae, mas também conhecidos por posições de intervenção política defendendo sempre direitos humanos. Confirmem mais nomes de qualidade como este e temos visita marcada para Agosto à Zambujeira do Mar.

Mas não é tudo, se no dia 3 de Agosto temos os Steel Pulse, fica marcado no dia 2 o encontro com a música de dança feita em França com a presença dos Cassius, que estiveram em grande na década de 90 e que voltaram à edição de discos no ano passado.

Rima de Samuel Jerónimo na The Wire

Depois de um merecido destaque da imprensa nacional, é curioso ver a peça musical "Rima" da autoria de Sanuel Jerónimo criticada na página 66, na secção Outer Limits da autoria de Ken Hollings, da edição de Março da revista The Wire.
Merecido destaque.

10 março 2007

Tora Tora Big Band@ Santiago Alquimista: Sigam a Banda!

Ao apelo de comparência no Santiago Alquimista para uma noite de festa em que a Tora Tora Big Band ia apresentar o seu novo disco, houve uma forte adesão de público que encheu a sala sita na encosta do Castelo de São Jorge. E a banda aproveitou para tocar as novas composições que desta vez contam com apoios vocais de gente ilustre como Kika Santos, André Cabaço ou Silvia Hysteria Iberica. Todos apareceram e o povo dançou com prazer durante mais de uma hora.

São um dos projectos mais interessantes a nível musical, tanto pela originalidade, como pelo risco. Não é todos os dias que vemos por cá uma autêntica banda em palco com 12 elementos, sendo que 7 são só a secção de sopros. Todos seguem a batuta de Francesco Valente, o irreverente líder que armado com o seu baixo vai criando um bem disposto elo com a plateia.

Depois é só seguir a banda, a música vale por si só momentos de prazer, divertimento, e «obriga-nos» a mexer, a dançar sem parar. Sempre guiados pelos instrumentos de sopro, os Tora Tora vão desfilando ritmos globais que atravessam a salsa, o samba, o tango, o afrobeat, o jazz, ou a valsa, tudo com grande competência e uma alegria contagiante.

O facto de neste novo disco haver temas cantados favorece os escoamento, e ligação das várias canções.

Natural destaque para «Elephants Run» com Kika Santos, e que será o primeiro avanço de apresentação deste «Tora Tora Cult». A cantora ainda dá voz a um «Velho Samba», com sotaque e tudo, e depois há «La Magia del Amor» com Hysteria Iberica, e o tempero africano de «Moca Man» com André Cabaço.

Uma excelente apresentação para o segundo disco da Tora Tora Big Band que merece ser ouvido, e descoberto por toda a gente.

in Disco Digital

O Grande Regresso de Amerie: Take Control

É o tema do momento aqui por estes lados. Amerie tem vindo em crescendo interessante de disco para disco, sendo mesmo uma das figuras com música mais interessante na área R&B.
É com alguma expectativa que se aguarda pela chegada do novo disco, e o primeiro avanço deixa-nos de água na boca. Chama-se Take Control e é uma excelente malha.
Aqui fica o video:

09 março 2007

Tora Tora Big Band Apresenta Hoje Novo Trabalho no Santiago Alquimista

É um dos projectos portugueses de que mais gosto,o colectivo Tora Tora Big Band vai apresentar o seu segundo álbum «Join The Cult» no Santiago Alquimista a partir das 23 horas. Como convidados, vão estar presentes Kika Santos (Loopless, Blackout), Silvia (Hysteria Ibérica), André Cabaço e Tiago Santos enquanto DJ. A entrada custa 7,5 euros.
Amanhã, o espectáculo repete-se em Palmela na Sociedade Filarmónica Humanitária.

Hoje às 17h em 102.6

Logo a partir das 17h o autor deste espaço vai estar na Rádio Oxigénio, 102.6, a defender 5 temas da sua escolha contra o amigo Dário na DJ Battle moderada por Isilda Sanches.
Quem quiser pode sintonizar 102,6, ou ouvir online no site da rádio.
E podem votar...

PS: afinal a batalha vai ficar adiada por mais uma semana. depois dou novidades.

Scissor Sisters no SBSR

Cada vez mais, o Super Rock vai ganhando rótulo de Festival indispensável no Verão, e já põe muita a gente a pensar se não valerá a pena guardar uns euros para ver as bandas todas juntas, em vez de se irem vendo em concertos separados. Neste caso estão os Scissor Sisters que estão agendados para o Coliseu de Lisboa, mas também farão parte do cartaz do SBSR actuando a 5 de Junho.

08 março 2007

Patrick Wolf em Lisboa

É uma avalanche de concertos! Agora é a vez de anunciar o regresso de Patrick Wolf a Portugal. O irlandês vem a Lisboa no timming perfeito, acabou de editar o seu novo disco, The Magic Position, que é um dos mais interessantes exercícios da pop recente.
Wolf, cantor e violinista, vai estar no Lux a 18 de Abril com bilhetes a 20€.

Yann Tiersen @ Aula Magna: A Vingança do Grande Écran

Em noite fria que convidava mais a um serão caseiro em frente ao pequeno écran a ver a Liga dos Campeões, ou a gala dos 50 anos da RTP, ou ainda a outra gala da TVi, a sala lisboeta da Aula Magna registou lotação esgotada para receber e ouvir o francês Yann Tiersen.

Explicando o título desta crónica recordemos que a via que aproximou o músico francês da maior parte do público, que o recebe entusiasticamente em concerto, foi o... cinema. Não é muito comum, mas neste caso o desejado encontro com as composições de Yann é explicado pelas bandas sonoras que assinou para filmes como «Goodbye Lenin», e especialmente «Amélie»! Ou seja, é no grande écran que começa a empatia entre Yann e público, e nesta noite foi um claro triunfo do grande écran (cinema) sobre o pequeno da tv.

Yann Tiersen apresenta-se de maneira simples em palco, ocupa o lugar do meio num trio de músicos que ocupam a zona frontal do palco com as suas guitarras e baixo. Apesar de um cenário simples, há muitos jogos de luzes a acompanhar a música, focos apontados à plateia que vão rodando, e mudando de cor, luzes estreladas projectadas para trás do palco, conjugações luminosas que ajudam a projectar a música de Yann que vive muito de imagens imaginárias. Portanto tudo a bater certo.

È precisamente nos momentos em que os seus temas instrumentais ganham dimensão galopante naquela fórmula de estrutura em crescendo ,ou seja quando as músicas começam calmas e acabam em turbulências caóticas, e mesmo hipnóticas, que a o concerto de Tiersen atinge os seus pontos fortes, e altos. E esta noite tivemos alguns bons exemplos disso.

Curiosamente, um olhar mais atento pela plateia notava que após esses instrumentais muitos dos casalinhos de meia idade abandonavam a sala incomodados com a distorção vinda do palco. Foi uma imagem repetida no intervalo das músicas na recta final do concerto. Assim, foi sem grande espanto que se assistiu à efusiva reacção da plateia quando Yann foi buscar o acordeão, e depois o violino, nas últimas canções antes do encore.

O alinhamento não fugiu muito daquilo que se conhece da mais recente edição discográfica do compositor, quase todas as músicas do disco «On Tour» passaram pela Aula Magna, sendo que as conhecidas de «Amélie», e «Goodbye Lenin», foram especialmente aplaudidas.

Yann Tiersen correspondeu por completo às expectativas e voltou a assinar um bom concerto.

in Disco Digital
(foto publicada no Luz de Palco de A. Padilha)

07 março 2007

Vilar de Mouros com Brian Wilson

Não é novidade que o primeiro nome para o Festival Vilar de Mouros 2007 é o ex-líder dos Beach Boys, mas agora já há datas marcadas para o evento: de 20 a 22 Julho.

Paredes de Coura 2007 Já Mexe

As primeiras do Festival Paredes de Coura 2007: marquem na agenda os dias 12, 13, 14 e 15 de Agosto que já estão reservados para receber a edição deste ano do Festival.

Yann Tiersen Hoje na Aula Magna

Logo à noite a sala da Aula Magna vai receber o conceituado compositor francês Yann Tiersen. Ontem esteve em Famalicão e hoje é a vez de Lisboa receber e ouvir o autor das bandas sonoras dos filmes Amelie e Good Bye Lenin!, obras que o aproximaram de um vasto público que passou a acompanhar as suas edições, e que hoje esgota a Aula Magna para o ver.
Yann Tiersen actua às 22h.

06 março 2007

Interpol no SBSR

Continua a apresentação do cartaz SBSR. A novidade mais recente aponta para a presença dos Interpol no festival do próximo verão.

Hoje no Público

A Caminho de Memphis/The Road to Memphis de Richard Pearce e Robert Kenner
6 de Março
“Os blues são a hipótese de celebrar uma das mais primitivas forma de arte americanas, antes que tudo desapareça absorvido, na sua totalidade, pela geração do rock’n roll. Felizmente chegámos antes que fosse tarde demais.”
Richard Pearce
“Memphis e os seus músicos estão no centro da acção do filme de Richard Pearce (The Long Walk Home, 1990; Leap of Faith, 1992). O realizador dá especial atenção a B. B. King que considera representar “uma geração de homens que saíram dos campos de algodão para se tornarem grandes figuras, em estrelas maiores do palco mundial”. Além disso, Pearce acompanha Bobby Rush na sua “digressão” pelo circuito de Memphis, revivendo o espírito de um percurso que nos anos 50 era feito pelos grandes bluesman. O filme apresenta ainda actuações originais de B. B. King, Bobby Rush e Rosco Gordon, bem como imagens raras de arquivo de The Coasters, Rufus Thomas ou Howlin’ Wolf.

EXTRAS:

Entrevista e filmografia do Richard Pearce
Actuações adicionais de B. B. King (Key to the Highway), Robert Belfour (Done Got Old), Humbert Sumlin e David Johansen (Smokestack Lightining)

05 março 2007

Bloc Party no SBSR

Mais um nome para o SBSR 2007. Os Bloc Party vão regressar a Lisboa a 3 de Julho, isto depois de actuarem a 18 de Maio no Coliseu de Lisboa.

Hoje à Venda

Estão marcados para hoje os lançamentos de alguns dos discos mais esperados do ano. A partir de hoje nas lojas:

!!! - Myth Takes


Air - Pocket Symphony

Arcade Fire - Neon Bible

04 março 2007

A Valentim de Carvalho Vive

Foi com surpresa, e por acaso, que reparei que a loja da V.C. do Fonte Nova tinha umas promoções. Pensei que era o refugo habitual mas afinal havia alguns cd's interessantes e com preços abaixo dos 3€! A empregada disse-me que a promoção começou na passada quinta-feira e estende-se a todas as lojas. É de espreitar. Colheita:

Sonny Clark - Cool Struttin'


The Flaming Lips - At War With The Mystics


James Hardway - Big Casino

03 março 2007

SBSR: Metallica Iniciam Tour Europeia em Lisboa

Mais um nome de peso para o Super Rock Super Bock, os Metallica estão confirmados no Festival à beira Tejo. É o arranque da sua nova digressão, e já devem trazer temas do novo disco em que estão a trabalhar por estes dias.
Confirma-se o regresso dos Metallica a Lisboa que está marcado para 28 de Junho como se pode ler no site oficial da banda.

Os 60 Anos de David Bowie

Confessando desde já que não sou um profundo conhecedor da imensa obra discográfica de David Bowie, venho comunicar que tenho dado por mim nos últimos tempos a ler, ouvir, e descobrir o que significa afinal o nome David Bowie na História do rock. Embalado pelos excelentes textos publicados no blogue Sound + Vision (Nuno Galopim e João Lopes em autêntico serviço público gratuito) entitulados de Ano Bowie (neste momento já vai em mais de 60 textos) resolvi seguir o rasto do homem. Como muitas vezes acontece, é começar do fim para o princípio já que os mais recentes discos eu conheço bem, para trás é que tenho muito que ver, e ouvir.
Também o amigo Dário, grande fã de Bowie, tem dado uma ajuda e tem sido um consultor importante na hora de atacar os discos em saldo.
Encontrei agora mais uma útil ajuda no descobrimento do mundo Bowie, uma edição Mojo Classic dedicada a David Bowie.
Fortemente aconselhável.

Elogio ao Ípsilon

Dúvidas se levantaram quando há poucas semanas se soube que o suplemento das sextas-feiras do jornal Público ia mudar. Depois de já ter sido Sons, vivia sob a letra Y. O diário resolveu juntar o Mil Folhas, suplemento mais intelectual que saía aos sábados, com o Y. O resultado é o Ípsilon.
Pois bem, passadas algumas edições chega a altura de elogiar o excelente suplemento que o Ípsilon se tem relevado.
Esta semana a leitura é absolutamente obrigatória. Grande abordagem ao musical Dreamgirls a estrear nos cinemas, excelentes entrevistas aos Tinariwen, e Arcade Fire, e críticas muito interessantes aos novos trabalhos dos !!!, Arcade Fire, Yoko One, José Afonso ou The Fall.
E há muito mais para ler, livros, teatro, exposições, a cidade de Berlim, etc...
Na parte musical estamos mesmo muito bem servidos, Mário Lopes, João Bonifácio, Luís Maio, e Vítor Belanciano em grande forma.
Vale todos os cêntimos que gastamos na compra do Público.
Que seja para continuar assim.

02 março 2007

SBSR Prometedor - Klaxons Confirmados

A Música do Coração está a apostar forte no cartaz do Super Rock Super Bock 2007. Depois do anuncio dos sempre bem vindos Arcade Fire, é a vez da apresentação dos Klaxons. A banda inglesa tem sido a grande sensação lá para os lados da imprensa britânica que os defende como sendo uma espécie de nu-rave, seja lá o que isso for.
Aguardemos por mais nomes.

01 março 2007

Andrew Bird Com 3 Datas Por Cá

Andrew Bird, que vai editar novo trabalho no fim deste mês, tem 3 datas agendadas para Portugal. Segundo o site da revista Blitz, Bird actua no Teatro Gil Vicente, em Coimbra, a 30 de Maio, no Cinema São Jorge, em Lisboa, a 31, e no Theatro Circo de Braga a 1 de Junho.

Salada Mista Sem Tomate

É este o nome do novo podcast da autoria do amigo Pedro Gonçalves. Por aqui já se ouviu a primeira edição, e aqui fica a recomendação sem hesitações para que oiçam o Salada Mista Sem Tomate onde Pedro Gonçalves partilha alguma da melhor música editada nas últimas semanas sempre no tom certo. É de comer e chorar por mais.
Oiçam aqui: Salada Mista Sem Tomate

Arcade Fire em Lisboa no Verão

Com disco quase quase nas lojas, há a confirmação que vamos ter os Arcade Fire em Lisboa por alturas do Super Rock Super Bock, isto é entre os últimos dias de Junho e primeiros de Julho.